Publicado em

Lavar a bike!

Este fim de semana vai ser preciso!

Com tanta chuva a cair, e a lama a formar-se…, no final deste fim de semana a bike vai precisar de uma boa lavagem…

Resumidamente a lavagem deverá passar pelos seguintes passos:

1 – Pré-Lavagem

Primeiro passar água por toda a bicicleta de forma a tirar a maior parte da sujidade.

2 – Detergente e passar a escova

Deve ser usado um detergente spray apropriado para a bicicleta de modo a não danificar o quadro e os restantes        componentes.  Deverá “cobrir” a bicicleta com o detergente, deixar actuar alguns minutos e de seguida escovar toda a bike para retirar a sujidade mais entranhada. Não esquecer as rodas…

3 – Enxaguar

De seguida deve-se passar água por toda a bike começando de cima para baixo de modo a retirar todo o detergente.

4 – Limpar a corrente

Colocar um desengordurante na corrente e na cassete, deixar actuar alguns minutos e depois com o auxílio de uma escova e uma esponja retirar a sujidade existente.

Depois é necessário secar a corrente e finalmente é necessário lubrificar a corrente. Atenção ao lubrificar a corrente para ter o cuidado de não deixar que o lubrificante caia no disco ou patilhas de travão.

5 – Acabamento

Colocar um spray à base de silicone para dar um acabamento brilhante e ao mesmo tempo proteger o quadro e lubrificar os amortecedore.

 

Está pronta para a próxima volta!

 

Bons montes!

Publicado em

Afinal quantos Somos?

Já lá vai mais de um mês, foi a 26 de Janeiro, que foi lançada a Petição “Pelo Direito a Pedalar em Segurança” e afinal só somos 7818???

Não é esta a modalidade que gera milhões para o País e tem centenas de milhares de praticantes?

Onde estão?

A nossa segurança não tem importância?

Pelo Direito a Pedalar em Segurança

Partilhem e assinem a Petição, se não fizermos o nosso trabalho ninguém o fará por nós!

 

Publicado em

Petição “Pelo Direito a Pedalar em Segurança”

Tendo como primeiro subscritor o betetista Olímpico David Rosa, foi hoje lançada a petição “Pelo Direito a Pedalar em Segurança” , uma iniciativa da Estrada Viva, com o apoio da Federação Portuguesa de Ciclismo e da MUBi – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta.

O documento, que poderá ser subscrito em http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT79814, será enviado ao Governo, ao Instituto de Mobilidade e dos Transportes e à Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.

O texto de apresentação no Facebook da Federação Portuguesa de Ciclismo define desta forma a petição:

“Os signatários instam o Governo e demais entidades competentes “a fiscalizar com mais intensidade o cumprimento da lei, de forma diligente, regular e consistente, principalmente comportamentos perigosos em relação aos utilizadores vulneráveis: excessos de velocidade, incumprimento de regras de ultrapassagem (abrandamento da velocidade, ocupação da via adjacentes, no caso da ultrapassagem de ciclistas, e a distância mínima de 1,5 metros), o estacionamento ilegal sobre ciclovias e passeios”.

A petição defende a revisão do Regulamento de Sinalização de Trânsito, “de forma a incluir sinalética específica para proteger peões e condutores de bicicleta e alertar para a necessidade de comportamentos mais responsáveis por parte de condutores de automóvel”. Um exemplo seria a colocação de sinais de informação de presença de ciclistas, complementados com afixação de sinalética sobre a distância mínima de um metro e meio na ultrapassagem.

A iniciativa surge porque, “Portugal continua a apresentar estatísticas vergonhosas no que respeita ao número de vítimas mortais e feridos graves”, apesar das melhorias significativas na protecção aos utilizadores vulneráveis, conseguidas com a revisão do Código da Estrada, em 2014.

A Estrada Viva e as organizações que apoiam a petição – Federação Portuguesa de Ciclismo e MUBi – vão requerer uma audiência com o ministro da Administração Interna para propor a criação de um grupo de trabalho interministerial para lançar e coordenar as medidas urgentes propostas pelos peticionários.

A Federação Portuguesa de Ciclismo convida todos os cidadãos a associarem-se a este movimento, assinando a petição.”

O Blog Pó e Lama associa-se a esta iniciativa e convida todos os seus leitores a associarem-se a este movimento assinando a petição.
Assinar a Petição: Clique Aqui